“TRÊS JOIAS”
SÉRIE DOCUMENTAL
SOBRE O BUDISMO
NO BRASIL.



TRAILER

Assista aqui um pouco do que estamos preparando para você.
O Documetário Três Jóias o levará a uma verdadeira viagem espiritual.




ENTREVISTADOS

Uploaded image

RICARDO MÁRIO GONÇALVES

Reverendo
RICARDO MÁRIO GONÇALVES

Nascido em São Paulo em 1941. Formado em História, Doutor em História Medieval e Livre Docente em História do Extremo Oriente pela USP. Docente do Departamento de História da USP até 1995. Estudou e praticou o budismo desde a adolescência, tendo passado por algumas Escolas antes de se fixar definitivamente na Verdadeira Escola da Terra Pura (Budismo Shin). Missionário da Ordem Otani de Budismo Shin (Higashi Honganji) desde 1981, atua como pesquisador do Instituto Shin Budista de Estudos Missionários e orientador da Oficina de Traduções “Kumarajiva”. Já publicou diversos trabalhos como Textos Budistas e Zen Budistas, O Caminho do Despertar – Uma Introdução ao Budismo, e A Ética Budista e o Espírito Econômico do Japão.
Uploaded image

COEN ROSHI

Monja
MONJA COEN

Iniciou seus estudos budistas no Zen Center de Los Angeles. Foi ordenada monja em 1983 e dirigiu-se ao Japão, onde se dedicou por 12 anos à vida religiosa. Participou de cursos de formação para monges, graduando-se no mestrado da tradição Sotoshu. Retornou ao Brasil em 1995 e liderou as atividades do Templo Bushinji, no Bairro da Liberdade em São Paulo, e sede da Tradição Sotoshu para a América do Sul. Foi, em 1997, a primeira mulher e pessoa de origem não-japonesa a assumir a presidência da Federação das Seitas Budistas do Brasil. Participa de encontros educacionais, culturais e inter-religiosos, divulgando o princípio da não-violência e a criação de uma cultura de paz, justiça, cura da Terra e todos os seres.
Uploaded image

PADMA SAMTEN

Lama
LAMA PADMA SAMTEN

Foi ordenado Lama na linhagem Ningma do Budismo Tibetano pelo mestre Chagdud Tulku Rinpoche em 1996. Físico com bacharelado e mestrado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, onde foi professor de 1969 a 1994, dedicou-se ao exame de fundamentos da teoria quântica, nos quais encontrou afinidade com o budismo. Em 1986 fundou o Centro de Estudos Budistas Bodisatva, instituição presente em vários municípios do Brasil na forma de centros urbanos, de retiro e comunidades rurais. Fundou o Instituto Caminho do Meio que realiza trabalhos culturais e educacionais, sustentando duas escolas e um centro de desenvolvimento infantil. Dedica-se inteiramente a cuidar de pessoas, conduzir ensinamentos e retiros, e ao diálogo com diferentes expressões da sociedade. É autor de seis livros.
Uploaded image

MICHEL RINPOCHE

Lama
LAMA MICHEL RINPOCHE

Nascido em São Paulo, em 1981, Lama Michel Rinpoche foi reconhecido por Lama Gangchen Rinpoche e por muitos outros Lamas como um Tulku, uma reincarnação de um mestre budista tibetano da tradição Gelugpa. Sua primeira imersão no universo tibetano se deu em 1987, aos cinco anos de idade, quando seus pais, Bel e Daniel, organizaram a primeira visita do Lama Gangchen ao Brasil. Desde então, Lama Michel e Lama Gangchen desenvolvem uma profunda relação entre discípulo e mestre, e orientam Centros de Dharma em diversos países, dentre eles, o Centro de Dharma da Paz, em São Paulo, e o Albagnano Healing Meditation Centre, na Itália. Com LAMA clareza e compaixão, Lama Michel leva para todo o mundo, através de publicações, palestras, conferências e retiros, os ensinamentos budistas de uma maneira perfeitamente adaptada às necessidades das pessoas da sociedade contemporânea. O nome tibetano de Lama Michel é Jangchub Choepel Lobsang Nyentrag que significa “Mente pura e famosa que difunde o dharma da iluminação”.
Uploaded image

SATO

Monge
MONGE SATO

Ademar Kyotoshi Sato nasceu em São Paulo, em 1942. Formado em Direito, Economia, Administração e Sociologia, foi professor universitário no Brasil e no Chile, onde também atuou como Conselheiro da ONU. No período em que esteve exilado no Chile, e também no seu retorno ao Brasil, desenvolveu atividades de educação e organização junto aos trabalhadores. Em 1986, foi convidado para ser Secretário-Geral Adjunto do Ministério do Planejamento, em Brasília, onde desenvolveu uma importante carreira como funcionário público federal, até sua aposentadoria em 2006. Em Brasília, em 1995, numa visita ao Templo Honpa Hongwanji ocorreu o seu despertar para o caminho, após ouvir do monge-responsável, à época, o ensinamento da compaixão. Desde 1998, Sato Sensei é Missionário (Kaikyoshi) e Monge-responsável (Jushoku) do Templo Honpa Honganji de Brasília do Budismo da Terra Pura, contribuindo para a divulgação dos ensinamentos budistas entre os brasileiros, por meio de cursos de budismo dirigidos a iniciantes, diversas atividades culturais, palestras e encontros inter-religiosos. Monge Sato é pioneiro nos diálogos inter-religiosos, participando de eventos, palestras e debates para promover a paz e o diálogo entre as religiões. Dedica-se também à causa nuclear, principalmente ao desastre de Fukushima, cidade de residência de seus parentes.
Uploaded image

CRIS SATO

Monja
MONJA CRIS SATO

Monja Cristina Sato é mestre e especialista em Artes Visuais. Em Brasília, desenvolveu carreira como funcionária pública, sendo pioneira na participação de projetos de design de multimídia e web, voltados ao aprimoramento dos trabalhos legislativos. É formada no Curso de Budismo oferecido pela Missão do Jodo Shinshu Hongwanji-ha nos Estados Unidos, a Buddhist Churches of America, em Berkeley, Califórnia. Em 2013, foi ordenada monja em Quioto, no Japão, atuando, desde então, como monja assistente no Templo Honpa Hongwanji de Brasília. Suas atividades são dedicadas principalmente às cerimônias budistas, formação e organização da Sangha e consolidação dos cursos presenciais de budismo.
Uploaded image

MAURÍCIO HONDAKU

Monge
MONGE MAURÍCIO HONDAKU

Maurício Ghigonetto iniciou seus estudos budistas em 1983. Ainda como leigo, chegou a integrar a Sangha do Chagdub Gonpa, em 1997, e a ministrar o primeiro curso de budismo para iniciantes no Templo Zu Lai da escola Ch'an (Cotia-SP), em 1999. No Brasil, foi um dos pioneiros na divulgação do Dharma e na integração das Sanghas através da Internet, atuando como cocriador e colaborador do portal Dharmanet, e como moderador de diversas listas de discussão de grupos budistas. Também foi um dos fundadores do Colegiado Buddhista Brasileiro. Em 2001, recebeu o homyo (nome budista) da Escola Jodo Shinshu, passando a ser chamado de Shaku Hondaku ("Compromisso Verdadeiro") e, em 2013, no Japão, recebeu a ordenação como soryo (Ministro do Dharma) da Ordem Shinshu Otani-ha Nambei Hongwanji.
Uploaded image

SHAKU SHOSHIN

Reverendo
PROFESSOR JOAQUIM MONTEIRO

Reverendo Shaku Shoshin nasceu no Rio de Janeiro, em 1955. É formado em psicologia pela Universidade Santa Úrsula e viveu no Japão durante 18 anos (1985-2003), desenvolvendo nesse período uma intensa atividade acadêmica nos estudos budistas. Em 1987, se formou pelo Seminário Budista de Shinshu Otani-ha da Tradição Terra Pura, em Quioto. Possui mestrado e doutorado em estudos budistas pela Universidade de Komazawa, em Tóquio, onde se especializou no estudo do Budismo Chinês. Entre 1989 e 2003, trabalhou no Instituto de Pesquisas de Cultura Budista da Universidade Dohô, em Nagoya, e ensinou cadeiras de estudos budistas na Universidade de Komazawa, de 2001 a 2003. Também foi professor do Departamento de Língua Japonesa na I-Shou University, em Taiwan, entre 2003 e 2005, e bolsista de pós-doutorado (CAPES/PNPD) e professor visitante do Departamento de Ciências das Religiões da Universidade Federal da Paraíba (2013-2017). Atualmente, dedica-se à tradução de textos budistas e de filosofia japonesa a partir do Mandarim e do japonês, e desenvolve intensa atividade de estudo e divulgação de textos budistas com o objetivo de enraizar a disciplina dos estudos budistas nas ordens budistas e na academia brasileira.
Uploaded image

DENGAKU

Monge
MONGE DENGAKU BANDEIRA

Nascido em Porto Alegre (RS) em 1965. Iniciou a Prática no Via Zen em 2000, tendo recebido o Jukai (Preceitos Leigos) de Moriyama Roshi em 2002 e a ordenação monástica de Coen Roshi em 2007. Realizou a Cerimônia de Combate do Darma – Hossenshiki – em 2011 no Templo Enkoji, em Itapecerica da Serra, SP, sob orientação de Ohata Sensei. Recebeu a Transmissão do Darma de Shingetsu Coen Roshi e fez a Cerimônia de Suize em Eihei-ji e em Soji-ji (Japão) em 2013. Atualmente é presidente do Via Zen, membro do Conselho Religioso e reside na sede, juntamente com Monja Shoden – com quem é casado. É policial militar desde 1985.
Uploaded image

SHODEN

Monja
MONJA SHODEN BANDEIRA

Nascida em Porto Alegre (RS) em 1969. Iniciou a Prática no Via Zen em 2000, tendo recebido o Jukai de Moriyama Roshi em 2002 e ordenação monástica de Coen Roshi, em 2009. Atualmente é membro do Conselho Religioso e reside na sede do Via Zen, juntamente com o Monge Dengaku – com quem é casada. Trabalha com Shiatsu desde 1989, tendo sido aluna e monitora de Moriyama Roshi nas oficinas de Shiatsu ministradas pelo mestre no período em que residiu no Via Zen (de 2000 a 2005).
Uploaded image

JOSÉ FONSECA

Jornalista
JOSÉ FONSECA

Viveu em Minas Gerais até 1967, quando aos 22 anos se formou em jornalismo e deixou o Brasil. Nos dez anos seguintes estudou e trabalhou nos EUA, França, Inglaterra, Alto Volta (Burkina Fasso), viajou pelo mundo, casou-se com Claudia e teve dois filhos. Encontrou o Budismo em livros e mais tarde na Sanga do Mestre Taisen Deshimaru, em Paris. Retornou em 1977 com a esposa antropóloga e foi ser jornalista em Porto Alegre, onde conheceu discípulos do mestre Ryotan Tokuda com os quais meditou e estudou o Darma. Em 1989 recebeu a iniciação do mestre Narazaki Roshi. Foi um dos fundadores do Via Zen em Porto Alegre, onde renovou os votos com o mestre Moryiama Roshi e pratica até hoje.
Uploaded image

ENIO BURGOS

Editora BODIGAYA
ENIO BURGOS

Nascido em Porto Alegre em 1962. Formado em Física e Medicina, desenvolveu um centro de atendimento a doentes AIDS. É autor de livros como: Medicina Interior - A Medicina do Coração e da Mente e Guia da Prática de Meditação e Mente Atenta. Discípulo de Zen Thich Nhat Hanh, traduziu: Velho Caminho, Nuvens Brancas, Seguindo as Pegadas do Buda; Ação Pacífica, Coração Aberto – As Lições do Sutra do Lótus; O Coração da Compreensão e Transformação e Cura, além de diversas obras de referência e estudo budistas. Orientador de meditação há mais de 25 anos, fundou a Editora Bodigaya e a Associação Meditar, criadas com o propósito de difundir ensinamentos universais, bem como a prática da meditação e da mente atenta.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

APOIO

Conheça quem já apoia o projeto Três Joias e saiba como você pode ajudar.
Nos AJUDE também, CONTRIBUA para que possamos concretizar o documentário “Três Joias”.

Contribuindo para TRÊS JOIAS, você AJUDA a construir e a resgatar a história do budismo no Brasil, bem como suas expressões sociais e religiosas.

O documentário nos possibilita compreender melhor o contexto religioso e social nacional, bem como apresenta uma perspectiva de diálogo interreligioso tolerante e pacifista, o que é essencial para os dias que vivemos hoje. Instituições como o Bukkyo Dendo Kyokai (BDK - Society for the Promotion of Buddhism) apoiam esse projeto. Nos AJUDE também, CONTRIBUA para que possamos concretizar o documentário.

Entre no link abaixo “QUERO AJUDAR” e participe de nossa campanha de financiamento coletivo (crowdfunding), preparamos algumas “recompensas” exclusivas para você como forma de agradecimento.

Conheça o primeiro documentário do Reverendo Kentaro Sugao em parceria com a Ebisu Filmes em:
www.streamsoflight.com.br

Quero Ajudar

MENSAGEM: Monja Coen
MENSAGEM: Lama Padma Samten


EQUIPE

Quem esta fazendo o projeto “Três Joias” se tornar realidade.
Uploaded image

REV. KENTARO SUGAO

Diretor
REV. KENTARO SUGAO

é monge budista da Jodo Shinshu Hongwanji-ha. Em 2002, mudou-se para o Brasil como missionário e, em 2005, tornou-se o monge responsável pelo Templo Honpa Hongwanji, na cidade de Marília-SP. Em 2006, fundou a ONG Lótus Branco e realizou vários projetos sociais e culturais, como "Projeto Semear", "Projeto Intereduca" (Vencedor do “VII Concurso Nacional Visual Class”) e participou do "Projeto Solidare". Em 2011, realizou pesquisa para o documentário "Tokiori - dobras do tempo", um filme dirigido por Paulo Pastorelo, tendo colaborado também na elaboração do roteiro. Em 2013, dirigiu o filme-documentário “Streams of Light - Shin Buddhism in America”. http://streamsoflight.com.br
Uploaded image

PAULO PASTORELO

Produtor
PAULO PASTORELO

é arquiteto e urbanista formado pela FAUUSP (2005) e mestre em Estudos Cinematográficos e Audiovisuais pela universidade de Paris 3 – Sorbonne Nouvelle (2011). Começou sua carreira de documentarista com o filme “Vale o Homem seus Pertences” (2005), que retrata a produção artesanal do Vale do Jequitinhonha-MG. O filme foi um desdobramento de sua pesquisa de Iniciação Científica como bolsista da FAPESP entre 2000-2002 e foi realizado em coprodução com o Sesctv. É também codiretor do premiado “Elevado 3.5” (melhor filme no Festival Internacional de Cinema Documentário É Tudo Verdade 2007) e diretor do longa “Tokiori – Dobras do Tempo”, uma coprodução Brasil, França e Japão que estreou comercialmente nas salas de cinema em novembro de 2013.
Uploaded image

EBISU FILMES

Produtora
EBISU FILMES

é uma produtora de cinema independente especializada em documentários. Sediada em São Paulo, tem como objetivo desenvolver, criar e produzir filmes que ofereçam diferentes perspectivas das realidades do nosso mundo.

Contato